sala

Decoração

Decoração de Interiores | 10 dicas para melhorar a sua sala

7 Dez , 2016  

O que vos trago hoje é algo fundamental quando estamos a decorar uma sala pela primeira vez, ou se estamos a pensar melhorá-la. Pequenos truques e sugestões que na hora da decisão parecem irrelevantes, mas que irão fazer toda a diferença no quotidiano. Para uma sala funcional, acolhedora e elegante, sigam:

10

 

1. Definir áreas e deixá-las respirar

Vai um pouco mais além da organização. O que vos sugiro é que se organize a sala à volta do conceito de vazio. Sim, isso mesmo, “menos é mais”, sem dúvida, e não se trata de minimalismo ou simplicidade, mas sim de saber utilizar o espaço sem que este fique completamente sufocado.
Escolher um sofá menor, uma mesa de jantar que seja extensível (em vez de uma mesa de banquete), são algumas das soluções. É comum, quando se tem uma área generosa disponível, eleger móveis igualmente grandes, e isso é um erro que não vai querer cometer. Se a sala é espaçosa, mantenha-a assim, vai ver que irá conseguir um espaço mais leve e agradável. Quando se tem um espaço menor, alguns dos truques são utilizar espelhos grandes, de forma estratégica para que aumentem a sensação de profundidade, escolher mesas com tampo em vidro, utilizar prateleiras suspensas, em vez de móveis completos, ter móveis que têm mais do que uma funcionalidade ou se transformam (bancos que são mesas ou vice-versa, cadeiras desdobráveis, mesas extensíveis, etc.). Livre-se dos “monos” desnecessários. Uma sala bem conseguida, não é só o que contém, mas também aquilo que não tem.

 

 

menos-e-mais

 

 

2. Colocar vasos com plantas e flores

Peça-chave para conseguir trazer um pouco de natureza à sua casa. É uma das tendências e fica bem em qualquer divisão. O truque é adequar a dimensão da planta que escolher ao sítio onde a vai inserir. Se não tiver tempo, ou pouca luz, escolha-as em função disso, peça ajuda no viveiro/horto, é onde consegue os preços mais acessíveis e aconselhamento profissional. Há algumas artificiais, que “fingem” muito bem, mas o ideal são as naturais, além de serem mais bonitas, algumas purificam o ar o que é óptimo. As flores alegram qualquer ambiente, e são perfeitas para os dias especiais e algumas aguentam bastante. Escolha um vaso bonito, há cache pots para todos os gostos e bolsos, e coloque lá a sua planta favorita. Ah! Os cactos também contam.
 

 

plantas-na-sala

 

 

3. Utilizar tapetes para delimitar áreas e tornar o espaço mais aconchegante.

O uso de tapetes é mais uma das peças chave para a decoração de uma sala, além de delimitar as áreas proporciona uma atmosfera mais aconchegante. Além dos vários padrões e materiais que se podem conjugar, hoje em dia uma das tendências, embora ainda seja pouco utilizada, é a sobreposição dos tapetes.
 

 

tapetes-na-sala

 

 
4. Toque pessoal

Actualmente as opções de decoração são tão variadas e cada vez mais acessíveis, seja no mobiliário ou nos acessórios, o que torna algumas salas demasiado impessoais. Qualquer divisão de uma casa, deve ter um toque pessoal, é isso que a vai tornar autêntica.

Reflicta os seus gostos pessoais, em livros, fotografias, gravuras. Os temas podem ser de família, de viagens, pode usar mapas das cidades que já visitou. Faça um mural com todas as fotos do seu Instagram. Pinturas, ou postais. Impressões com frases que lhe digam algo, ou letras de músicas que gosta.
Se existirem crianças na família pode sempre usar alguns dos desenhos e pinturas num género de mural.

 

 

toque-pessoal

 

 

5. Utilizar um aparador com estilo

Ai a Tv, é sempre um problema, o que colocar na parede da tv, qual o móvel a escolher, de forma a integrá-la com toda a decoração, não é tarefa fácil, esconder os fios, as boxs, e toda essa parafernália imprescindível hoje em dia. O ideal pode passar por colocá-la na parede com todos os fios escondidos. Mas porque não não investir num amparador cheio de pinta, onde será possível guardar mais alguns objectos, necessários na sala. Com ou sem tv, um aparador fica sempre bem numa sala, e dá-lhe um ar mais convincente. Vamos esquecer os típicos móveis de Tv e apostar num aparador/consola que nos encha as medidas?

 

 

aparador

 

 

6. Mesas de apoio e outros

Vamos um pouco mais além dos básicos de uma sala? Além de se conseguirem peças muito originais, estas podem ser bastante úteis em termos funcionais. Ou seja, a sala fica a ganhar duas vezes. E depois é jogar com o estilo, seja uma banqueta, um pouf ou uma simples mesa de apoio, escolher peças excepcionais que acrescentam valor, e que não têm que ser propriamente caras. Têm apenas que se diferenciar. Se puderem ter várias funções, tanto melhor, se for resistente q.b. pode ser mesa de apoio ou assento. Neste tipo de peças a variedade é tanta, que vai ser fácil encontrar algo que encaixe na perfeição. Desde um étnico pouf marroquino, a uma mesa vintage modernizada, uma peça com um design contemporâneo ou um tronco de árvore, vale tudo. E vale a pena.
 

 

apoio

 

 

7. Misturar diferentes estilos de design

É recorrente jogar pelo seguro e escolher a mobília toda com a mesma linha, no mesmo tom, (con) jogar pelo seguro. Pois eu sugiro que se arrisque e se consiga um resultado mais atraente e original. Queremos ter salas monótonas? Não! Então este é um dos caminhos, misturar um estilo retro com um design mais actual, clássico com boho, porque não? Madeira escura com madeira clara, tecidos mais nobres com peças mais cool, linhas direitas com rocoós. O resultado vai surpreender e convencer, confiem.
 

 

mix-estilos

 

 

8. Escolher uma iluminação que se diferencie.

Além de ter vários pontos de luz numa sala, (tecto, mesa, chão) conforme as diferentes valências que esta possa desempenhar, será determinante escolher elementos diferenciadores. Um abajur original, ou sem abajur, actualmente a oferta de lâmpadas que ficam expostas é imensa e é uma das tendências.  Os candeeiros de pé, inspiração anos 70 continuam a marcar pontos. As grinaldas a marcar alguns dos recantos da sala, também são adoráveis para os estilos mais descontraídos.

 

luz-ecletica

 

 
9. Decorar com livros

Quantas vezes olhei para um livro com uma encadernação belíssima, e uma imagem tão bonita que pensei “é pecado colocar este livro na prateleira”. E porque não expô-los em diferentes sítios, individualmente ou em conjunto, pelas mesas de centro, mesas de apoio… É também uma forma de exprimir os nossos gostos e interesses. Criar uma coluna de livros que pode ela também servir de apoio. E por fim, e uma das minhas maneiras preferidas, é combinar as cores dos livros e respectivas lombadas, com a restante decoração, é um match que fica lindo! (uso em casa, e sugiro-o nos meus projectos).

copia-de-tapetes-3

 

10. Dar vida às paredes

Ou seja, preenchê-las de forma equilibrada. A não ser que seja um fã do minimalismo, ter as paredes da sala completamente livres e desocupadas, é uma tremenda monotonia. O que também pode parecer na maioria dos casos, desleixo. Há várias hipóteses, para começar pode pintar a parede de uma cor que não branca, utilizar um revestimento diferente, como azulejo ou papel de parede. Pode colocar umas prateleiras ou umas floreiras. E claro, a mais elementar mas provavelmente a mais eficaz solução, quadros. Pratos e espelhos também são óptimas opções, ou ainda um tapete.

paredes-da-sala

fim

Cátia Marcelino

Fotos | Pinterest
 

 

Comments

comments

, ,