Comes e Bebes, Saber Viver

Domingo é dia de brunch #6

14 Fev , 2016  

Em primeiro lugar, para vos provar que aqui não é “casa de ferreiro espeto de pau”, venho por este meio mostrar-vos o brunch maravilhoso, que decorreu cá por casa, edição especialíssima Dia de São Valentim. Em segundo lugar, é domingo e portanto é dia de comer tarde e às más horas, mas só comidinhas de primeira.

6

Tudo de fabrico caseiro, saudável e altamente delicioso. Se quiserem saber alguma dica é só perguntar.

4

Tal como sugerimos aqui, metemos a mesa a rigor. Optamos por uma versão soft, romântica. E a seguir preparou-se com calma – que ninguém tinha horários para cumprir – o repasto com que nos deliciámos.

1

9

Indecisa entre brownies e panquecas, optei por fazer panquecas, com farinha de millet, arroz e linhaça (gluten free e sem ovos). Fiz então duas compotas express, uma de maçã, e outra de frutos vermelhos. Para compor o ramalhete, ainda tínhamos como opção iogurte, banana, nozes e abacate.

11

 

Para beber houve limonada com mirtilos e hortelã e chá quente de gengibre.

5

Os ovinhos mexidos não faltaram, nem o salmão fumado, convidado de honra destes brunchs, com umas salpicadelas de alcaparras e muito sumo de limão. Para ajudar à festa queijo creme, também não podia faltar.

10

Pãozinho e muito apetite, foram os últimos a chegar à mesa.

3

Os biscoitos ou “love cookies” como lhes chamei, foram também fabricados cá em casa, estes são de gengibre, canela e carinho, ficaram bem jeitosos para personalizar a decoração.

Espero que gostem e se inspirem, com esta mesa e estes pratos simples e deliciosos. Se não puderam aproveitar o dia de hoje, sigam a sugestão para quando tiverem oportunidade.

Com amor,
Cátia Marcelino

Comments

comments

, , , ,