Arquitectura

World Toilet Day | Por um melhor saneamento para todos

23 Nov , 2014  

No passado dia 19 foi o Dia Mundial do Saneamento. As condições de saneamento de que dispomos é algo que para nós é um bem adquirid. Já não nos imaginamos, sem as nossas casas de banho, cada vez mais bonitas e sofisticadas. Infelizmente ainda há muitos sítios onde os cuidados básicos de saneamento não são uma realidade. E os riscos provenientes dessa falha, podem ser uma ameaça para a saúde.

 

large

 

Nesse âmbito a Fundação We Are Water promoveu no Roca Lisboa Gallery, a assinalar a data, a conferência “World Toilet Day – Por um melhor saneamento para todos”, que contou com a participação dos seguintes oradores:

– Laura Talsma, representante da Climate Foundation (parceira da Bill & Melinda Gates Foundation no projeto Reinvent the Toilet Challeng
– Livia Tirone, arquiteta especialista em temas de sustentabilidade
–  Filipa Alves, administradora-delegada da SIMLIS
–  Artur Silva, representante da Fundação We Are Water em Portugal.

A conferência foi moderada por Pedro Inácio, coordenador do Arquivo Histórico da EPAL, e procurou debater questões fundamentais relacionadas com a importância de agir de forma rápida e eficiente aos problemas de saneamento existentes em todo o mundo.

Entre os temas abordados, esteve também a evolução social do uso dos espaços de banho, o conceito de espaço de banho nas diferentes culturas, os riscos associados à falta de um saneamento básico e ao open defecation.

Também foram partilhados com os presentes, os projetos vigentes e já concluídos da Fundação We Are Water, com particular destaque para o Reinvent the Toilet Challenge (um projeto da Bill and Melinda Gates Foundation ) com o qual a Fundação We Are Water colabora, e que visa ter um impacto imediato na situação social de vários países onde o saneamento básico e o acesso a água potável são problemáticas essenciais.

O Dia Mundial do Saneamento é celebrado em todos os Roca Galleries, e tem como principal objetivo alertar para a necessidade de sensibilizar e despertar a reflexão por parte da opinião pública e das instituições sobre a necessidade de criar uma nova cultura de água que permita o desenvolvimento justo e uma gestão sustentável dos recursos hídricos no mundo.

Um assunto que não nos deve ficar indiferente.

 

Cátia Marcelino

Fonte: Ulled

Comments

comments

, , ,